Resenha literária: A culpa é das estrelas | John Green

Há algumas semanas atrás postei na Fan page do blog a foto do livro A culpa é das estrelas que havia comprado e algumas pessoas me pediu para contar o que achei sobre ele. Então vamos lá!

a-culpa-c3a9-das-estrelas-_frase

Hazel Grace é uma garota com câncer que sofre diariamente com isso. Sair de casa com um cilindro de oxigênio não é pra qualquer um, e qualquer cansaço parece dez vezes pior devido ao câncer ser em seus pulmões.
Ela insiste em ficar em casa assistindo TV, mas a mãe dela não queria que a filha ficasse daquele jeito, trancada em casa. Convenceu Hazel a ir para um grupo de apoio para jovens com câncer. Porém, a chata e entediante reunião foi um surpresa, pois dessa vez ela conhece Augustus, um garoto que sofreu de um câncer e perdeu uma perna.
Logo, porém aos poucos, eles acabam se apaixonando e se tornando melhores amigos. Um entende o outro em seus problemas, e acabam se dando apoio.
Hazel é fã de um livro chamado “Uma Aflição Imperial”, e já leu várias vezes. Ela até leria a lista de compras do autor desse livro se estivesse em suas mãos. De suas diversas cartas a ele, nenhuma foi respondida.
Mas, com a ajuda de Augustus, ela consegue ir até Amsterdam para conhecer o amado autor.
Na volta, Gus começa a ficar mal, e Hazel tem que apoia-lo e também ser apoiada por ele. Será que ela conseguirá suportar tudo?
aculpapost1
A Culpa é das Estrelas é simplesmente fantástico.
Eu poderia fazer esse post com a capa do livro e escrever “FANTÁSTICO”  na maior letra possível que já seria suficiente. Esse é um livro que não trata sobre probleminhas que todos tem e acham que é o fim do mundo. É sobre um problema real e os que enfrentam sabem quão duro é. Hazel não é a tipica mocinha, nem de longe parece com elas. É uma menina forte, que sabe encarar seu problema.
Outro ponto que gostei muito foi sobre o romance. Estou cansado de triângulos amorosos e nesse livro não teve. Não é aquela coisa melosa, é um amor real, dramático, que toca qualquer um.
Realmente um livro forte em um sentido, porém com uma leitura rápida e fácil.
É, realmente, não conheço UMA pessoa que não chorou lendo esse livro. Eu chorei muito, esse livro vale muito a pena ler, ele é incrível!
Pra quem não quer comprar o livro mais quer lê, eu indico à vocês baixarem nesse site aqui, muita gente que eu conheço fez isso, baixou no celular, no tablet até mesmo no notebook, fica igualzinho, não muda nada.
E aí, gostaram da resenha? Vocês já leram o livro? O que achou? Você chorou? HAHA
Deixe seu comentário, vou adorar saber!!!
Beijos.
okay-2
– O.k. – ele disse, depois do que pareceu ser uma eternidade. – Talvez “o.k.” venha a ser o nosso “sempre”.
– O.k. – falei.

 

Anúncios

A última música – O livro (Minha opinião sobre ele)

Oi meninas, hoje o post não vai ser de música e nem de moda ou beleza, hoje eu resolvi fazer um post sobre um livro que eu li e amei e vim mostra-ló para vocês. Vamos lá?

wpid-aultimamusica.jpeg

Informações:

Título Nacional: A Última Música

Título original: The Last Song

Autor: Nicholas Sparks

Editora: Novo Conceito

Número de Páginas: 383

Sinopse:

Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local – uma janela. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ULTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

Minha oopinião:

Confesso que não sou muito fã de ler livros, prefiro mais ver filmes e tals, mas esse livro foi um dos poucos que eu li e me apeguei, sempre quê dá eu leio ele…

A história dele é muito comovente, a Ronnie no início da trama, ela está muito magoada pelo divórcio do pai e a mãe dela, então ela se demostra muito “agressiva” com os seu pais, daí toda manhã ela saía e ficava vagando pela praia até que um dia ela conheceu o Will, de cara eles não se deram bem, mas depois eles foram se conquistando… Ao passar do tempo, Ronnie foi começando a perceber que seu pai tinha um “problema”, desde então Ronnie começou a ser mais carinhosa com ele…

Bem, não vou nem continuar a história né, quero que vocês leem esse livro, mais eu nem preciso dizer que chorei lendo esse livro. Afinal, todos os livros do Nicholas Sparcks fazem as pessoas chorarem..

E aí meninas, gostaram do post? Já leram o livro? Qual foi sua opinião sobre ele? Eu super amei!!!!!!

Beijinhos!